Webmail
terça-feira, 20 de abril de 2021

EM CIMA DA HORA

publicado em 22/03/2021

Sindicato dos bancários de Assis requer das secretarias de saúde inclusão dos bancários entre prioridades na vacinação contra COVID

A direção do Sindicato dos Bancários de Assis e Região encaminhou ofícios às prefeituras das cidades de sua base territorial pedindo a inclusão dos trabalhadores bancários como prioridade na vacinação contra a COVID-19. Parte dos ofícios foi elaborada em conjunto com a Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal (APCEF/SP), para trazer também a demanda destes trabalhadores, que vem atuando no pagamento dos benefícios que garantem a subsistência a milhões de cidadãos em todo o país.

Na semana passada, a Contraf-CUT, representante dos bancários em nível nacional, protocolou uma solicitação no Ministério da Saúde para que a categoria bancária seja incluída como prioridade no Plano Nacional de Imunização contra o coronavírus.

“O serviço bancário é considerado essencial em todos os decretos federais, estaduais ou municipais que impõem limites ao funcionamento de estabelecimentos e serviços e à circulação de pessoas na pandemia. Ou seja, os bancos continuam abertos e os bancários continuam atendendo clientes e usuários em geral, inclusive no pagamento de benefícios fundamentais para a sobrevivência da população, como Bolsa Família e o auxílio emergencial. Portanto, é essencial que os bancários, assim como todos os trabalhadores na linha de frente dos serviços essenciais, sejam considerados prioridade no Plano de Imunização contra a COVID, ao lado de profissionais da saúde, idosos, grupos de risco. É isso que estamos reivindicando junto ao governo federal e aos municípios da nossa base”, justificou Leonardo Quadros, diretor-presidente da APCEF/SP.

Nos documentos encaminhados às prefeituras, os representantes dos bancários ainda solicitam que vigilantes e prestadores de serviços terceirizados, essenciais para o funcionamento das agências em toda a base territorial deste Sindicato, também sejam incluídos como prioridade na imunização.

Fábio Escobar, presidente do Sindicato dos Bancários de Assis e Região explicou que também solicitou aos prefeitos da região a ratificação dos decretos municipais visando restringir a entrada de clientes nas agências. “Nossa solicitação é para salvar vidas. Entendemos que não existe a necessidade de todos os clientes entrarem nas agências. Por isso, estamos reivindicando que os decretos permitam o atendimento somente dos casos emergenciais, como o desbloqueio de cartão”, exemplificou Escobar. Fonte: SEEB Assis, com informações do Jornal da Segunda
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil