Webmail
sábado, 8 de agosto de 2020

EM CIMA DA HORA

publicado em 27/12/2019

Mutirão em agências denuncia precarização e demissões


Dirigentes do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região visitaram agências do Santander na Zona Leste da capital nesta segunda-feira (23) para conversar com clientes e usuários sobre a precarização promovida pelo gestão do banco espanhol no Brasil.

Durante a atividade, os dirigentes distribuiram exemplares do Jornal do Cliente (leia a edição completa aqui), que traz matérias detalhando os danos que a precarização promovida pelo Santander acarretam. Participaram do mutirão as agências Ponte Rasa, São Miguel Paulista, José Otoni, Itinguçu. Vila Esperança e Artur Alvim.

"O banco, apesar de ter 29% de seu lucro global no Brasil, continua demitindo e precarizando o trabalho dos bancários. O impacto disso é sentido por quem trabalha mas também por quem é cliente e usuário, que tem um atendimento pior. É ruim para todos", explicou o dirigente sindical e funcionário do Santander, Marcelo Sá.

Além disso, o banco tem demitido trabalhadores às vésperas do Natal, o que, além de aumentar a pressão e a cobrança para os bancários que ficam, é desumano para com os que são demitidos.

"Vamos continuar mobilizados até que o Santander nos dê respostas efetivas para os problemas dos trabalhadores e respeite os bancários que ajudam a construir boa parte do lucro mundial da empresa", adiantou a dirigente sindical Ana Marta Lima, funcionária do Santander.
  Fonte: Redação Spbancários
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil