Webmail
quarta-feira, 28 de outubro de 2020

EM CIMA DA HORA

publicado em 19/08/2016

Votar em Márcio Souza nº 7 é defender a Previ

Candidato tem compromisso com a manutenção dos direitos dos participantes e assistidos do fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil.
 
São Paulo – A partir de 26 de agosto, os participantes da ativa e os aposentados da Previ (Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil) irão às urnas para definir o novo diretor de Planejamento do fundo de pensão.
 
O processo eleitoral ocorre em meio a diversas ameaças do governo interino de Temer, entre elas a imposição de idade mínima de 70 anos para que homens e mulheres possam se aposentar. Situação que leva muitos participantes a questionarem quais efeitos essas mudanças causariam à Previ.
 
A essa pergunta, o candidato apoiado pelo Sindicato na eleição, Márcio Souza nº 7, responde serem necessárias duas frentes de batalha. A primeira é para evitar alterações na Previdência Social que signifique retirada de direitos. A segunda é pela permanência do texto original do Regulamento Interno da Previ que estabelece a idade de 50 anos para que os funcionários possam se aposentar e requerer seu complemento junto ao fundo de pensão.
 
“Quem detém o poder de alterar o regulamento são as diretorias e o Conselho Deliberativo da Previ. Meu compromisso é lutar para impedir que haja mudanças desse tipo e zelar para que os atuais e futuros aposentados tenham assegurado seu complemento ao benefício da previdência oficial”, afirma Márcio Souza.
 
O diretor executivo do Sindicato Ernesto Izumi ressalta a necessidade de um grande comparecimento dos trabalhadores na votação. “Será uma demonstração de força. De que estamos mobilizados para impedir ataques à Previ e a seus participantes, legítimos donos da entidade. Acredito que ao lado de Marcel Barros, diretor eleito de Seguridade, Márcio ampliará a resistência nesse momento tão delicado que o país atravessa. Além disso, caso seja eleito um candidato que não tenha essa predisposição, o banco terá a maioria dos votos entre as diretorias e passará a ter controle total sobre os destinos da Previ.”
 
Currículo – O candidato apoiado pelo Sindicato foi presidente do Sindicato dos Bancários de Petrópolis e integrou a Comissão de Empresa dos Funcionários do BB. Graduado em Direito, tem MBA em Gestão de Projetos, especialidade como Gestor de Fundo de Pensão e é certificado pela Anbima (CPA-20).
 
A eleição – O cargo de diretor de Planejamento está vago desde a renúncia de Décio Bottechia Junior, em 16 de junho. O eleito complementará o mandato até 31 de maio de 2018.
 
A votação ocorre de 26 de agosto a 15 de setembro. Têm direito a voto, participantes e assistidos maiores de 18 anos, inscritos nos planos de benefício.
 
Funcionários da ativa votam por meio do Sisbb, nas agências de relacionamento. Assistidos e demais participantes deverão acionar o sistema de atendimento automático por telefone e site da Previ.
 
Fonte: Seeb/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil