Webmail
quarta-feira, 23 de outubro de 2019

EM CIMA DA HORA

publicado em 25/07/2016

Bancários do Itaú entregam minuta de reivindicações específicas no dia 28

Fim das demissões e mais contratações estão entre as principais reivindicações dos funcionários.
 
A Contraf-CUT, Federações, Sindicatos e a Comissão de Organização dos Empregados do Itaú (COE- Itaú), entregam, no dia 28 de julho, próxima quinta-feira, as reivindicações específicas ao banco, dentro da Campanha Nacional 2016. A pauta foi construída durante Encontro Nacional dos Funcionários, entre os dias 7 e 8 de junho, em São Paulo, quando reuniu bancários de todo o Brasil. A minuta conta com reivindicações de emprego, saúde, remuneração, condições de trabalho, previdência privada, segurança e igualdade de oportunidades.
 
O fim das demissões e mais contratações no Itaú, estão entre as demandas mais urgentes. Desde 2011, o Itaú já fechou 21 mil postos de trabalho, de acordo com levantamento do Dieese, gerando grande preocupação entre os trabalhadores.
 
“São muitas demissões, bancários adoecidos, agências com falta de funcionários, cobranças de metas abusivas, assédio moral. Nosso encontro nacional trouxe à tona o que os bancários do Itaú enfrentam atualmente, e muita coisa precisa mudar”, diz Jair Alves, coordenador da COE Itaú e diretor da Contraf-CUT.
 
Fundação Itaú Unibanco
 
Outro ponto da reunião será previdência privada. A Fundação Itaú Unibanco abriga os diversos planos de previdência complementar do banco, mas cerca de 40 mil funcionários não têm nenhum tipo de fundo de pensão.
 
“Nossa reivindicação é a criação de um fundo previdenciário para todos.  Já fizemos várias reuniões, cobramos mais informações do IJMS e IAPP, oriundos do Unibanco, e reivindicamos um plano satisfatório, que englobe a todos”, explica Jair.
 
Reunião preparatória
 
Antes da reunião com o Itaú, no dia 27, às 9h30, os membros da COE se reúnem na sede da Contraf-CUT, em São Paulo, para preparar o encontro com banco e discutir mais temas, como saúde e condições de trabalho, a criação dos grupos de trabalho de emprego e remuneração, entre outros pontos.
 
Fonte: Contraf-CUT
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil