EM CIMA DA HORA

publicado em - 11 de agosto de 2017

Mulheres na luta contra as políticas de enfrentamento à violência

Nesta quinta-feira 10, mulheres foram às ruas da capital paulista e fizeram ato em frente à Prefeitura, contra o desmonte das políticas para as mulheres na cidade de São Paulo.
 
Mesmo com altos índices de violência contra a mulher na cidade, o prefeito anunciou o corte de cerca de R$ 3,5 milhões nos serviços que atendem as mulheres vítimas de violência, os Centros de Defesa e Convivência da Mulher - CDCM, sob gestão da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social.
 
 
“Não aceitamos esse modelo de gestão do prefeito João Dória, que desde o início de seu mandato está destruindo as políticas para as mulheres. Estatísticas mostram que os casos de estupro aumentaram 20%, comparado com o mesmo período do ano passado, e os assassinatos de mulheres, principalmente nas periferias não param de crescer”, afirma Crislaine Bertazzi, secretária de Políticas Sociais da FETEC-CUT SP.
 
Entre os atos do atual prefeito está a extinção da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, e a transferência dos assuntos para a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, através da Coordenação de Políticas, com isso os temas passam a ser secundários, não dando a verdadeira relevância que necessitam. Além disso, serviços e equipamentos, como os Centros de Cidadania da Mulher - CCM e Centro de Referência a Mulher - CRM, sob responsabilidade da extinta secretaria padecem sem funcionárias, sem recursos e correm risco de serem fechados, como já aconteceu como CRM Onóris Ferreira Dias, em São Miguel Paulista. A Casa da Mulher Brasileira, apesar de já estar pronta, segue fechada e não se sabe se e quando ela começará a atender as mulheres vítimas de violência na cidade de São Paulo. Ontem, foi protocolado um manifesto na Prefeitura contra o desmonte colocado pela atual gestão.
 
Fonte: FETEC-CUT SP
  • Mini botão Whatsapp.
  • Telegram

Leia Mais

FETECSP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.