Bandeiras de Luta - Jornada

A luta pela redução da jornada é bandeira histórica da classe trabalhadora, sendo inclusive a causa para as comemorações ao Dia do Trabalhador, em 1º de maio, e ao Dia Internacional da Mulher, em 08 de março.

Se inicialmente a luta visava assegurar a saúde do trabalhador, hoje, a motivação também leva em conta questões econômicas, sendo apresentada como uma das propostas para criação de novos postos de trabalho.

Neste sentido, as entidades sindicais apostam na campanha pela redução da jornada legal de 44 horas para 40 horas semanais, o que, segundo estimativas do DIEESE, proporcionará a criação de 1,8 milhão de empregos. Número que poderá ser ainda maior se acompanhado da restrição das horas extras.

A campanha visa, dentre outros, apoio ao projeto de lei, que atualmente tramita no Congresso Nacional, de autoria do deputado Inácio Arruda e do senador Paulo Paim, propondo reduzir a jornada para 40 horas semanais num primeiro momento e, posteriormente, para 35 horas.

Ao lado da diminuição do desemprego, a redução da jornada poderá amenizar as doenças profissionais, ampliar o tempo livre que a classe trabalhadora pode dedicar ao lazer, à família e à educação.

Notícias Relacionadas

FETECSP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.