Webmail
segunda-feira, 3 de agosto de 2020

EM CIMA DA HORA

publicado em 11/11/2016

Vale-cultura tem de continuar

Comando dos bancários enviou carta solicitando audiência com ministro da Cultura, para tratar da manutenção do pagamento
 
Primeira categoria a conquistar o vale-cultura na Convenção Coletiva de Trabalho, na Campanha 2013, os bancários não querem perder esse direito. Por isso, o Comando Nacional dos Bancários enviou carta solicitando audiência com o ministro da Cultura, Marcelo Calero, para tratar da renovação da Lei 12.761/12, que criou o Programa de Cultura ao Trabalhador.
 
Os incentivos fiscais para empresas que participam do programa expiram no fim do ano. Assim, só estará garantido em 2017 se o governo Temer – que inclusive anunciou aumento de 40% no orçamento do Ministério da Cultura – renovar a lei.
 
O cartão, de R$ 50 mensais, pode ser usado para aquisição de bens culturais, como livros, ingressos em teatros, cinemas. Atualmente, mais de 162 mil bancários, ou 32% da categoria, são beneficiados por essa conquista.
 
PARTICIPE
Os trabalhadores podem enviar mensagem no Facebook e Twitter do Portal Brasil, do Palácio do Planalto, além da página de Michel Temer, pressionando pela manutenção do vale-cultura.
 
> Twitter e Facebook do Portal Brasil
> Twitter e Facebook do Palácio do Planalto
> Twitter e Facebook de Michel Temer

“Esperamos que o ministro nos receba para tratar desse importante direito na vida do bancário”, afirma a secretária-geral do Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região, Ivone Maria.
 
  Fonte: Seeb/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil