Webmail
terça-feira, 4 de agosto de 2020

EM CIMA DA HORA

publicado em 09/09/2016

Greve no BB também é por melhoria no PCR

Plano de Carreira e Remuneração precisa ser valorizado por meio de percentual de 6% entre as faixas, inclusão dos escriturários e adoção do piso do Dieese; lucro no primeiro semestre chegou a R$ 4,8 bi
 
Nos primeiros seis messes deste ano o Banco do Brasil obteve R$ 4,824 bilhões de lucro. O resultado é fruto do trabalho dos funcionários de agências e concentrações.
 
Esse esforço, no entanto, não é reconhecido da forma como deveria. Nas negociações específicas da Campanha 2016, a direção do BB negou, por exemplo, as reivindicações de melhorias no Plano de Carreira e Remuneração (PCR). A resposta dos trabalhadores está vindo por meio da greve dos bancários, completa quatro dias nesta sexta 9.
 
Para o PCR, os bancários do BB cobram adoção do salário mínimo do Dieese como piso, aplicação do índice de 6% entre as faixas da tabela de antiguidade e inclusão dos escriturários no plano.
 
 
Fonte: Seeb/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil