Webmail
quinta-feira, 6 de agosto de 2020

EM CIMA DA HORA

publicado em 09/09/2016

Greve: só o Bradesco não paga auxílio-educação

Pauta de reivindicações gerais da categoria na Campanha Nacional Unificada cobra que conquista contemple todos os trabalhadores de bancos e seja ampliada para cursos de pós-graduação
 
Um banco que lucrou R$ 8 bilhões somente nos primeiros seis meses do ano deveria valorizar seus trabalhadores, que construíram esse resultado, incentivando-os a se qualificar profissionalmente? Se quem responder à questão for a direção do Bradesco, a resposta é não. Entre as cinco maiores instituições financeiras do Brasil, apenas o Bradesco não paga auxílio-educação aos seus funcionários. Essa é uma das razões para a greve dos bancários.
 
Quanto às demais instituições financeiras - Banco do Brasil, Caixa Federal, Itaú e Santander - apesar de terem programas de bolsas de estudo, não disponibilizam o auxílio para a totalidade dos seus funcionários e nem todas incluem cursos de pós-graduação.
 
O pagamento para todos os bancários, válido para graduações e pós-graduações, é uma das reivindicações da categoria na Campanha Nacional Unificada 2016.
 
 
Fonte: Seeb/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil