Webmail
quinta-feira, 4 de junho de 2020

EM CIMA DA HORA

publicado em 21/01/2020

Sem consultar trabalhadores, Santander muda horário de atendimento


A gestão do Santander no Brasil vem desrespeitando os trabalhadores. Desta vez, o horário do atendimento gerencial foi alterado sem consultar os bancários ou o Sindicato, sem processo de negociação ou diálogo.

A mudança veio através de um comunicado, mantendo o horário de atendimento dos caixas entre 10h e 16h, mas aumentando o tempo de atendimento gerencial, que passa a ser entre 9h30 e 16h30 nas agências padrão, das 9h às 17h nas agências Select e pontos de atendimento (PAs). Isso contraria o compromisso assinado pelo Santander de debater alterações deste tipo com a representação dos trabalhadores, o que não aconteceu.

"Fomos novamente supreendidos por mudanças através de um comunicado institucional, sem qualquer diálogo com os trabalhadores, que deveria ser mediado pela representação sindical", alertou a dirigente sindical e funcionária do Santander, Lucimara Malaquias.

A dirigente lembra que a norma do Banco Central estabelece horário mínimo de atendimento ao cliente de 5 horas, mas não estabelece horário máximo, bem como o artigo 224 da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e a CCT dos bancários especificam a jornada dos bancários.

"A mudança trará alterações significativas na rotina dos trabalhadores e isso deveria ter sido discutido anteriormente. O problema não é apenas a mudança em si, mas o método como ela é feita, configurando prática antissindical e um desrespeito para com os bancários", acrescenta Lucimara.

Alterações

Lucimara orienta que os trabalhadores entrem em contato com o Sindicato para notificar alterações no fluxo de trabalho para que a entidade possa abrir processos de negociação com o Santander quanto as mudanças.
  Fonte: Redação Spbancarios
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil