Webmail
sexta-feira, 29 de maio de 2020

EM CIMA DA HORA

publicado em 11/12/2019

Direção da Caixa tenta explicar mudanças e confirma reestruturação

Na sexta-feira, 6 de dezembro, a direção da Caixa tentou dar esclarecimentos à série de mudanças na rede de varejo, anunciadas durante evento no dia 2, que contou com a participação do presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e da diretoria do banco, além da presença do presidente da República.

A Caixa tentou tranquilizar os empregados dizendo o óbvio, que as mudanças só acontecerão após ajustes no RH 115 e RH 183, que tratam dos planos de funções. Não desmentiu nem contestou, portanto, as informações que circulam entre os empregados de que haverá extinção e redução de funções e, talvez, fechamento de agências ou PABs.

No entanto, o que os empregados esperavam ouvir – detalhamento do modelo, cronograma, objetivos e como o banco pretende realocar os empregados que ocupam funções que serão extintas – não foi abordado.

Um exemplo é o destino dos tesoureiros executivos. Há menos vagas de gerente operacional que de tesoureiro executivo? O tesoureiro poderá ser nomeado para a nova função pelo gerente geral da unidade por lateralidade ou terá que prestar Processo Seletivo Interno (PSI)? Terá pontuação maior que os concorrentes em eventual PSI por ter experiência como tesoureiro executivo? Todas as unidades terão “GO”? Ou seja, ainda não há respostas aos questionamentos dos empregados que serão atingidos pela medida.

Pedidos de esclarecimento – Em 3 de dezembro, a APCEF/SP e o Sindicato dos Bancários de São Paulo encaminharam ofício cobrando da direção da Caixa esclarecimentos sobre o processo de mudanças na rede. Se a empresa segue os valores previstos em seu próprio Código de Ética, o mínimo que deve fazer é prestar os esclarecimentos e cumprir a cláusula 48 do Acordo Coletivo de Trabalho, discutindo com os trabalhadores o soluções para impacto sobre os empregados dos processos de reestruturação.

Na quinta-feira, dia 5, representantes da APCEF/SP e do Sindicato dos Bancários de Guarulhos distribuíram aos empregados uma carta aberta ao presidente da Caixa, Pedro Guimarães, sobre as mudanças anunciadas. O presidente estava na cidade para a inauguração da Superintendência Executiva de Varejo (SEV), mas não recebeu as entidades representativas.

No dia seguinte, 6 de dezembro, o diretor da APCEF/SP Leonardo Quadros, representantes da Fetec-CUT/SP, Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região entregaram o ofício direcionado à presidência da Caixa aos vice-presidentes Gabriel Goes (Finanças e Controladoria), Cláudio Salituro (Tecnologia e Digital), ao gerente da Gipes/SP, Marcus Mirandola, ao superintendente da SR Paulista, Clayton Carneiro e ao superintendente da Sured, Robert Kennedy.

Manifeste-se – A Comissão Executiva dos Empregados (CEE-Caixa) também entrou em contato com a direção do banco, na semana passada, cobrando uma reunião para debater a possível reestruturação do banco.

Em contato por telefone, a direção do banco não confirmou as mudanças, alegando que se tratava apenas de um ensaio para saber a opinião dos empregados, e que nenhuma alteração havia sido votada.

Por este motivo, a APCEF/SP disponibiliza um formulário para que os empregados possam dar sua opinião sobre as mudanças anunciadas.

:: Clique aqui e manifeste-se! Não é necessário se identificar.

  Fonte: APCEF/SP, com FETEC/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil