Webmail
quarta-feira, 23 de outubro de 2019

EM CIMA DA HORA

publicado em 16/09/2019

Contra destruição do Brasil, povo vai às ruas em 20 de setembro

Movimento sindical e movimentos sociais farão atos e paralisações em defesa dos direitos sociais e trabalhistas, da soberania nacional e do meio ambiente.

Trabalhadores voltarão às ruas no dia 20 de setembro para realizar ato em defesa dos direitos, do meio ambiente e contra a destruição do Brasil promovida pelo governo Bolsonaro (PSL) que, em oito meses, não apresentou uma única proposta de desenvolvimento com justiça social e geração de emprego e renda, muito menos de combate efetivo às queimadas na Região Amazônica.

Segundo reportagem é da CUT, a escolha da data foi estratégica, para convergir com o dia de mobilização internacional Greve Global pelo Clima, em 20 de setembro, organizado pela Coalização pelo Clima, uma articulação composta por diversos coletivos que debatem e promovem ações de informações e combate às mudanças climáticas.

Mas além da defesa da Amazônia, a pauta da CUT, demais centrais sindicais e das frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo inclui luta por direitos, educação, empregos, soberania e contra a reforma da Previdência, que está tramitando no Senado e pode ser votada na quarta-feira 11, depois de manobras do presidente da casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para tentar acelerar a aprovação das mudanças de regras da aposentadoria e outros benefícios previdenciários.

Ainda segundo a CUT, no Dia Nacional de Paralisações e Manifestações em Defesa do Meio Ambiente, Direitos, Educação, Empregos e Contra a Reforma da Previdência, em 20 de setembro, haverá atos em todas as capitais.

A página do facebook do Movimento Coalizão pelo Clima informa que o ato na capital paulista terá concentração às 16h, em frente ao Masp.

  Fonte: Seeb/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil