Webmail
quarta-feira, 28 de outubro de 2020

EM CIMA DA HORA

publicado em 18/08/2016

Bancários querem avanços nas agências digitais

Diante do aumento do serviço virtual e das denúncias de desrespeitos, movimento sindical vai cobrar dos bancos a inclusão de cláusulas que garantem melhorias nas condições de trabalho.
 
São Paulo – “A agência digital foi criada e vendida como algo revolucionário, visionário e foi entregue um telemarketing ativo e receptivo de oito horas. O resultado é catastrófico. Os clientes ficaram sem atendimento nas agências convencionais e os funcionários perderam muito em respeito, vida, saúde e carreira. São operadores de telemarketing trabalhando oito horas com headset e ai de quem levantar para conversar, ir ao banheiro ou tomar água. São monitorados e devem ficar logados o tempo todo.”
 
Assim um bancário do Itaú resume a rotina de trabalho de uma agência digital, novidade que os bancos inventaram para fazer os clientes deixarem de usar as unidades convencionais e, dessa forma, cortar custos e aumentar seus lucros.
 
“A lista de desrespeitos que os funcionários denunciam ao Sindicato é extensa, por isso a pauta de reivindicações da Campanha Nacional 2016 inclui cláusulas para melhorar as condições de trabalho nesses locais (veja quadro abaixo), onde o acesso de dirigentes sindicais é absurdamente proibido”, protesta Ivone Silva, secretária-geral do Sindicato.
 
Campanha - As duas primeiras negociações com a federação dos bancos (Fenaban) da Campanha Nacional deste ano ocorrem na quinta 18 e sexta 19.
 
 
 
Fonte: Seeb/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil