Webmail
sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Notícias

publicado em 15/08/2019

Campanha em defesa do Saúde Caixa

Mesmo impedidos pela direção da Caixa, dirigentes sindicais marcaram presença na cerimônia de integração dos empregados convocados pelo banco após determinação da Justiça; cenário de desmonte da empresa pública e os ataques ao plano de autogestão foram explicados aos novos colegas.

O movimento sindical deflagrou Dia Nacional de Luta em Defesa do Saúde Caixa e para cobrar a cobertura do convênio médico a todos os empregados do banco público. Os atos inauguraram a campanha em defesa do plano de autogestão dos bancários da empresa pública e, em São Paulo, foram realizados na Gipes.

A defesa do Saúde Caixa, bem como a sua universalização para todos os empregados, foram resoluções do 35º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa.

Está agendada para o dia 27 de agosto uma reunião entre representantes dos trabalhadores e do banco na qual será cobrada que o Saúde Caixa seja garantido para todos os empregados, inclusive os que estão entrando no banco e os que serão contratados no futuro.

Ameaças ao Saúde Caixa

Dentre outros pontos prejudiciais da resolução 23 da CGPAR (Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União) estão a exclusão dos aposentados da cobertura dos planos de saúde, a cobrança de mensalidade para cada integrante da família e a limitação da cobertura somente aos filhos até 24 anos que estejam cursando 3º grau.

O novo estatuto da instituição determina que a participação da Caixa no custeio do Saúde Caixa será limitado ao percentual de 6,5% das folhas de pagamento de trabalhadores da ativa e aposentados. 

Além disso, a Caixa não estenderá a cobertura do Saúde Caixa para os novos empregados do banco público. A Gipes São Paulo enviou aos empregados que estavam sendo chamados um aviso que não teriam plano de Saúde.

Caixa, reuniões no Saguão, não!

O Dia Nacional de Luta foi realizado na quarta-feira (14), em ocasião da integração de 18 trabalhadores com deficiência aprovados no concurso público de 2014. Eles foram convocados após uma exigência da Justiça.

A integração é uma espécie de cerimônia que marca a convocação dos novos empregados. Nas integrações passadas, a Caixa sempre permitiu que dirigentes do Sindicato e da Apcef apresentassem a atuação das entidades. Desta vez, eles foram impedidos.

  Fonte: FETEC-CUT/SP com Seeb SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil