Webmail
terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Notícias

publicado em 22/11/2018

Trabalhadores se mobilizam em defesa da aposentadoria

Nove centrais sindicais brasileiras, entre elas a CUT, produziram e levarão aos locais de trabalho e nos espaços públicos um jornal em defesa da Previdência e da Seguridade Social.

As ações fazem parte de uma campanha permanente lançada pelas entidades sindicais neste mês contra a reforma prometida pelo novo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), que, ao lado do economista Paulo Guedes, pretende mudar as regras da aposentadoria dos trabalhadores brasileiros.

A primeira iniciativa das entidades se dará em 22 de novembro, quando ocorrerá o Dia Nacional de Mobilização, com protestos, panfletagem de materiais, diálogo nas ruas com a população e assembleias nos locais de trabalho.

As centrais lembram que a medida defendida por Bolsonaro e seus apoiadores é o da capitalização com contas individuais, que substituiria o atual sistema de repartição, financiado de modo tripartite, ou seja, que conta hoje com a participação do Estado, empresas e trabalhadores.

As entidades sindicais ressaltam que a proposta de reforma da Previdência de Bolsonaro, que será apresentada em 2019, deve ser mais dura do que a do governo Temer. Em suma, os trabalhadores vão se aposentar com um valor inferior ao salário mínimo e, ainda, terão de contribuir por mais tempo. E, neste modelo, serão os bancos, seguradoras e até fundos de pensão de estatais que irão administrar - da forma como acharem melhor - a poupança individual dos trabalhadores e das trabalhadoras.

Por isso, a categoria bancária também está mobilizada. Por exemplo: o Sindicato dos Bancários de São Paulo percorreu 11 centros administrativos dos cinco maiores bancos em todas as regiões da capital e também em Osasco: Casa 1, do Santander (zona sul),  CAT do Itaú e Caixa do Brás (leste), CA Pinheiros e W Torre do Itaú (oeste), Caixa da São Joaquim e Telebanco Santa Cecília do Bradesco (centro), Vila Santander (norte), BB Estilo Super, BB Super e Bradesco Prime (região da Paulista) e Cidade de Deus, a matriz do Bradesco (Osasco).

Os sindicatos da base continuaram na luta ao longo da tarde desta quinta.

Clique aqui para baixar o jornal.

  Fonte: FETEC-CUT/SP com Seeb/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil