Webmail
quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Notícias

publicado em 21/03/2017

21 de março: Luta pelo fim do preconceito

21 de março é o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial, data criada pela ONU (Organização das Nações Unidas), em memória ao Massacre de Sharpeville em 1960, em Joanesburgo, na África do Sul. Na ocasião, 20 mil pessoas faziam um protesto pacífico contra o racismo, porém a polícia do regime de apartheid abriu fogo sobre a multidão desarmada resultando em 69 mortos e 186 feridos.
 
O preconceito racial e a violência contra o povo negro estão enraizados na sociedade. No setor bancário, isso fica claro na falta de contratação e na discriminação, que foram comprovadas na primeira edição do censo, o “Mapa da Diversidade”, divulgado em 2008 que apenas 19,5% dos bancários eram negros ou pardos em todo o país, com ganho médio de 84,1% do salário dos brancos. E ao se tratar das mulheres, a situação era pior ainda, havia apenas 8% de negras. O II Censo, de 2014, mostrou alguns avanços, como o aumento de trabalhadores negros para 24,7%. No entanto, as mulheres mesmo com maior escolaridade continuam com salários menores.
 
“Mesmo com o registro de aumento na contratação de negros é nítido que esse número ainda é insuficiente e não reflete a realidade do Brasil plural e que tem a população predominantemente negra. Racismo é uma prática ideológica e cultural e temos que combatê-la. O setor financeiro tem que cumprir seu papel social na sociedade, contratando com igualdade e oportunidades iguais para todos", afirma Crislaine Bertazzi, secretária de Políticas Sociais da FETEC-CUT/SP.
 
Somente com a Constituição Federal de 1988, em seu artigo 5.º, XLII, a prática do racismo se tornou crime inafiançável e imprescritível, com pena de reclusão. Sendo assim, uma das lutas do movimento sindical cutista contra a desigualdade é a aplicação das convenções 100 e 111 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que tratam da igualdade de remuneração entre os gêneros para trabalho de igual valor e do combate às desigualdades em matéria de emprego e profissão.
  Fonte: FETEC-CUT/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil