Webmail
terça-feira, 20 de abril de 2021

Notícias

publicado em 23/03/2021

FETEC-SP PEDE PRIORIDADE NA VACINAÇÃO DOS BANCÁRIOS

Em oficio enviado ao governador do Estado de São Paulo, João Dória, a FETEC-CUT-SP, o Sindicato dos Bancários de São Paulo e a FEEB-SP/MS, apresentaram suas razões para que a categoria bancária seja incluída como "prioridade" no calendário de vacinação.

Clique aqui para ver o oficio enviado. 

Segundo Aline Molina Gomes Amorim, presidenta da FETEC-SP, "a vacinação para todos sempre foi nossa posição. Porém, a morosidade na obtenção da vacina por parte do governo federal transformou o país num verdadeiro criadouro do virus e de novas cepas e não podemos deixar de atentar que algumas categorias profissionais, entre elas os bancários, pela forma de seu trabalho, correm riscos maiores de contaminação e disseminação do vírus".

Foi citado ao governador que, na maioria das agências ocorre aglomeração de pessoas, formando-se filas nos autoatendimentos, bem como nos serviços de caixa e áreas de gerência e negócios.  

Para Ivone Silva, presidenta do SEEB-SP, “é importante frisar que a execução das tão necessárias políticas públicas de caráter social, como o auxílio-emergencial, invariavelmente passa pelo atendimento bancário. Desta forma, considerando o grave cenário da pandemia e a exposição ao risco da categoria bancária, solicitamos ao governo paulista a inclusão dos bancários em grupo prioritário no Plano Estadual de Imunização". 

Segundo Jeferson Boava, presidente da FEEB-SP, "desde a decretação do estado de calamidade pública, as bancárias e os bancários se mantiveram na linha de frente, fazendo o trabalho essencial para a vida dos brasileiros e nada mais justo que  nesse momento, sejam incluídos como grupo prioritário no programa de vacinação do estado de São Paulo".

A partir da declaração da pandemia pela OMS, a FETEC-SP acompanha os números oficiais e o desenrolar da crise nas cidades-sede dos seus sindicatos filiados, apoiando campanhas de arrecadação de mantimentos e distribuição de mascaras . 

"Hoje, contabilizamos no Estado 2.311.101 casos positivados e 67.602 óbitos em virtude do novo coronavirus. Estes números são extremamente graves, e precisam parar de crescer", conclui Aline Molina.
  Fonte: FETEC-CUT/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil