Webmail
domingo, 15 de setembro de 2019

Notícias

publicado em 06/07/2016

Bancários obtêm avanços na mesa de Ascensão Profissional no BB

Os bancários do BB obtiveram avanços na mesa de negociações sobre ascensão profissional realizada nesta terça-feira (5). Era a última rodada programada entre a Contraf-CUT e o Banco do Brasil sobre o tema. “A proposta apresentada pelo banco dialoga com a necessidade de transparência nas seleções. Porém, o processo precisa ser cada vez mais aprimorado para que os anseios do funcionalismo sejam contemplados e as nomeações ocorram com igualdade de oportunidades para todos e todas”, afirma o diretor e representante da Federação dos Bancários da CUT de São Paulo (FETEC-CUT/SP) na mesa de negociações, Rodrigo Franco Leite.

A Mesa Temática debateu sobre a ascensão profissional, o encarreiramento e, sobretudo, a efetividade, transparência e melhoria nos critérios dos processos seletivos em todas as unidades do BB.

Os representantes dos funcionários cobraram que haja retorno aos concorrentes em todas as seleções internas, inclusive aquelas feitas na própria unidade, como forma de se dar mais transparência e melhorar a qualificação dos não selecionados em futuras oportunidades de ascensão. A questão de gênero também foi bastante discutida, com ênfase na ascensão profissional das mulheres dentro do BB.

Para Wagner Nascimento, coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, também avalia que houve resultado positivo, pois além de apresentar avanços nos processos seletivos em ações a serem implantadas a partir de agora, deixou outras propostas debatidas em estudo. “Entendemos que as questões relativas a ascensão profissional é um tema que sempre necessita de aprimoramento e melhorias para dar mais transparência aos processos seletivos. Quanto mais transparente forem as informações, melhor será a satisfação dos funcionários”, destacou.

Foram apresentadas as seguintes propostas a serem implementadas:

Prazo de 180 dias para segunda nomeação na mesma dependência, para evitar transferências para ascensão fora dos critérios;

Mínimo de 2 dias úteis de inscrição para novas oportunidades, exceto reestruturação;

Publicidade de vagas e oportunidades SISBB e posteriormente WEB 2017/8;

Propostas específicas para Pessoas com Deficiência - PCD, tais como flexibilidade de prazo e prioridade no sistema para movimentação desde que a necessidade seja referendada pelo SESMT;

Mapeamento do perfil da população PCD;

Processos seletivos com consultoria da Gepes para as maiores unidades;

Ação afirmativa de gênero, aumento em 10% na proporcionalidade do número de inscritas para primeira investidura;

Nova formulação de curso de entrevista de seleção.

Após a apresentação de propostas, houve novos debates como sugestões a serem incluídas no relatório final da Mesa Temática, a ser disponibilizado em breve. 

Fonte: FETEC/SP, com informações da Contraf-CUT.

  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil